5 coisas imperdíveis na sua viagem pela América do Sul

This post is also available in: Inglês Espanhol Francês Tailandês Chinês

A América do Sul é um destino que você vai adorar, pois tem música e dança profundamente enraizada em quase tudo. Ah, e diga-se de passagem, o continente é o lar de alguns dos caras mais gostosos do planeta, também!

Nós passamos 15 meses viajando pela América do Sul e adoramos. A maioria dos países é extremamente amigável aos homossexuais. Bogotá, Colômbia, por exemplo, tem o maior clube em que já entramos, Theatron, e a parada gay de São Paulo atrai mais de 3 milhões de pessoas (tornando-se o maior evento de orgulho LGBT do mundo).

Aqui estão 5 destaques de nossa viagem que devem estar no seu itinerário pela América do Sul:

 

1. Faça um cruzeiro gay nas Ilhas Galápagos

As Ilhas Galápagos estavam sempre no topo da nossa lista como um lugar que sabíamos que devemos visitar na América do Sul. Hoje há um punhado de operadores turísticos gays no Equador, como Ishpingo Tours e He Travel, que oferecem cruzeiros gay através das Galápagos. Nos hospedamos em um cruzeiro gay muito luxuoso aqui duas vezes e adoramos. 

As Ilhas Galápagos são um arquipélago de ilhas vulcânicas no meio do Oceano Pacífico, a cerca de 600 milhas (1.000 km) da costa do Equador. É um dos poucos lugares do mundo onde você pode ficar tão perto da vida selvagem. Cada ilha oferece paisagens únicas e cada uma gritando por espaço em seu perfil de Instagram. Confira o vídeo da nossa viagem acima.

 

2. Dance um tango em Buenos Aires e Montevidéu

Tango é a famosa dança do Uruguai e da Argentina, e você certamente vai encontrá-lo por todo lugar em Buenos Aires e Montevidéu.

No início na década de 1880, o Tango foi dançado entre dois homens. Foi particularmente popular entre imigrantes italianos em Buenos Aires, Argentina e em Montevidéu, Uruguai. O elemento do mesmo sexo foi lentamente perdido ao longo do tempo, mas hoje existem várias “milongas” (salas de tango) em ambas as cidades que oferecem aulas de tango para casais do mesmo sexo.

3. Curta o maior clube gay do continente em Bogotá

theatron bogota

Theatron em Bogotá, a capital da Colômbia, é de longe o maior clube gay em que já estivemos, e é famoso por ser o maior da América do Sul.

Nas noites de sábado, até 5.000 homens gays vêm aqui para se divertir nas primeiras horas. É dividido em 13 mini-clubes, distribuídos em cinco andares. Cada mini-clube tem seu próprio tema. Por exemplo, uma pista é dedicada à música Salsa, uma para sucessos dos anos 80, uma apenas para mulheres, outro apenas para homens e muito mais.

 

4. Peru é um paraíso gastronômico

O Peru é famoso por ser a capital culinária da América do Sul e é um caldeirão de culturas chinesas, japonesas, afro-caribenhas, europeias e latino-americanas. Como tal, há uma tonelada de restaurantes altamente classificados aqui, incluindo três dos 50 melhores restaurantes do mundo para 2016. Além disso, de acordo com os World Travel Awards, o Peru foi eleito o destino culinário principal do mundo para 2016 e ganhou esse prêmio a cada ano desde 2012.

O Peru é famoso por ser a capital culinária da América do Sul e é um caldeirão de culturas chinesas, japonesas, afro-caribenhas, europeias e latino-americanas. Como tal, há uma tonelada de restaurantes altamente classificados aqui, incluindo três dos 50 melhores restaurantes do mundo para 2016 de acordo com The World’s 50 Best Restaurants for 2016.

Há muitos destaques culinários no Peru. Alguns dos nossos favoritos incluem chaufa cozinha de inspiração chinesa, ceviche, cocktails pisco sour, carne de alpaca grelhada e tacu tacu (arroz e feijão de inspiração crioula).

O Peru também tem um dos chefs mais gatos que já vimos. Se você não o conhece, confira Franco Noriega mostrando sua receita de pudim de chia.

 

5. Participe da maior celebração gay do mundo em São Paulo

São Paulo é famosa por ter a maior celebração do Orgulho gay no mundo. Todos os anos, mais e mais pessoas participam deste incrível desfile nas ruas da Avenida Paulista e do resto do centro de São Paulo.

As festividades mais recentes do Orgulho de São Paulo, em junho de 2017 registraram 3 de pessoas milhões segundo organizadores. Também ficou famosa por ter cenas da série Sense8 gravadas durante a festa mostrando o momento em que a personagem Lito sai do armário.

Você conhece outras coisas legais para as férias pela América do Sul? Conta pra gente!