Supermercado distribui cartilha com discurso homofóbico a clientes

Uma cartilha distribuída pela rede de supermercados Hirota Food provocou polêmica na internet e já até ocasionou protestos em praças de São Paulo. No texto preconceituoso, machista e homofóbico, o discurso de ódio é claro ao condenar a união entre pessoas do mesmo sexo. Diz um trecho da cartilha:

“O casamento homoafetivo está na contramão do propósito divino e não pode cumprir o seu propósito. A relação conjugal entre homem e homem e mulher e mulher é antinatural, é um erro, uma paixão infame, uma distorção da criação.”

O conteúdo ainda desaprova sexo fora do casamento e qualquer relação não monogâmica. A assessoria de imprensa da empresa confirmou a distribuição da cartilha e encaminhou uma nota de posicionamento, com um pedido de desculpas, publicada em suas redes sociais.

Em sua página do Facebook, o mercado tem recebido críticas não apenas de frequentadores que prometem boicote, mas de empresas fornecedoras. “Sou um dos clientes do Hirota Food Supermercados, e sempre fui muito bem atendido. Sou gay e já fui atendido por muitos funcionários gays no estabelecimento, inclusive. Uma cartela dessas é completamente desrespeitosa”, escreveu um dos seus seguidores.

Usuários do Facebook já organizaram mais dois protestos para esta quarta e quinta-feira entre 18 e 21h na Avenida Paulista 726, na página do evento o nome é um trocadilho com a marca da empresa “Hirota FOODeu“. No sábado rola o segundo protesto, um beijaço que vai rolar em frente à unidade da Mooca que fica na rua Teresina, 319.

Confirme presença e lute contra o preconceito.