Classificamos as 10 Músicas Essenciais do George Michael

This post is also available in: Inglês

Muito tem sido escrito por nós sobre o falecimento de George Michael—sobre sua filantropia, homenagens para ele de celebridades LGBTQ e aliadas e alguns de seus vídeos mais interessantes. Agora vamos falar do principal. Vamos lembrar de sua música—o seu top 10 de faixas, tanto com o Wham! como da carreira solo. Sem dúvidas muitas de suas favoritas não vão estar incluídas—“Jesus to a Child,” talvez, ou “Everything She Wants”—mas isso prova que o George Michael tinha mais a oferecer do que aparentava.

 

1. “Freedom! ‘90

Do Listen Without Prejudice, Vol. 1

Sua música mais profunda estava atrelada ao seu melhor groove. E o fato de também ter sido a sua libertação de sua imagem de colírio do passado foi a cereja no topo do bolo.

 

2. “I Want Your Sex

Do Faith

A controvérsia sobre essa música é engraçada em retrospecto. Se todos aqueles hipócritas da moral e bons costumes tivessem ideia do sexo que ele realmente queria (hehe) no auge da paranoia deles sobre a AIDS nos anos 80, eles teriam crucificado ele.

 

3. “Careless Whisper

Do Make It Big

Lançada na carreira solo no Reino Unido e como Wham! nos EUA, essa mega balada foi onde George começou a mostrar mais seus lindos vocais enquanto partia alguns corações no processo. Desculpe, meninas, todos esses suspiros que vocês ouviram eram verdade.

 

4. “Outside

Do Ladies and Gentlemen…The Best of George Michael

A música de trabalho da compilação de 1998 dele não deixou nada a esconder em seu vídeo—uma ode pornográfica às glórias do sexo em público lançado logo após seus problemas com a Lei em Los Angeles. As cordas old-school de disco e a batida forte deram a quantidade certa de lubrificação para uma pista de dança pegajosa e bastante frequentada.

 

5. “Shoot the Dog

Do Patience [Bonus Track Version]

Para alguém desvalorizado como apenas um pop star de rostinho bonito, George Michael falava o que pensava frequentemente e nunca tão explicitamente quanto nessa música anti-George Bush/Tony Blair.

 

6. “I Knew You Were Waiting (for Me)” com Aretha Franklin

Do Ladies and Gentlemen…The Best of George Michael

Não foi tão importante para Aretha com certeza, mas foi um sonho realizado para o novo astro britânico ser escolhido pela Rainha do Soul para cantar um dueto com ela nesse prototípico hit dos anos 80.

 

7. “Father Figure

Do Faith

Superada a produção cavernosa e o eco vocal que estava na moda na época, essa permanece sendo a maior balada do George Michael. Fala sobre a eternidade, e é tão boa que não há motivo para pensar que não vá tocar para sempre.

 

8. “Wake Me Up Before You Go Go

Do Make It Big

Os sucessos menores do álbum de estreia do Wham! Fantastic só ficaram conhecidos no Reino Unido e nos EUA. Mas o maior sucesso dessa boy band veio do mega hit mundial presente no segundo álbum. O vídeo icônico com a camiseta “Choose Life” e o shortinho de duas cores do George manteve o clipe na MTV e em nossos sonhos eróticos por mais tempo do que o apropriado.

 

9. “Going to a Town

Do Symphonica [Deluxe]

Michael sabia escolher covers—suas colaborações com Queen e Elton John em “Somebody to Love” e “Don’t Let the Sun Go Down on Me,” respectivamente, são demais, e o álbum dele Songs from the Last Century está recheado de escolhas e interpretações interessantes. Contudo, a versão dele de “Going to a Town” do Rufus Wainwright do álbum com orquestra ao vivo Symphonica, foi um golpe de mestre: o percursor prestando homenagem ao mais jovem que sem dúvidas se beneficiou das portas que seu intérprete abriu.

 

10. “Faith

Do Faith

O shuffle acústico repetitivo e o ritmo de estalo de dedos/palmas fez desse #1 o mais alegre desde, bem, “Wake Me Up Before You Go Go.” Quase 30 anos depois, nos lembra de quando um jovem tomou a atenção do mundo (usando um jeans apertado e elegante) e anunciou sua ascendência—por um momento—ao trono do pop.

 

 

Traduzido por Rafael Lessa.