Ken humano remove quatro costelas para usar blazers mais justos

O Ken Humano Rodrigo Alves apareceu em um programa de TV segurando suas quatro  costelas retiradas em cirurgia para afinar a cintura. O brailsieor de 34 anos teve quatro costelas “flutuantes” extraídas em uma operação altamente perigosa há duas semanas.

Ao mostrar seu novo visual aos apresentadores Philip Schofield e Holly Willoughby, Rodrigo revelou que ele agora tem uma cintura de 20 polegadas, mas que não fez isso segundo modelos de boneco algum, mas porque se sente bem fazendo cirurgias e com sua aparência. O entusiasta da cirurgia plástica tornou-se o primeiro homem no mundo a fazer esse tipo de cirurgia admitindo que ele sentiu como se tivesse sido atropelado por um caminhão durante a recuperação.

Questionado sobre a razão de algo tão extremo ele explica: “Eu tive quatro costelas removidas para que eu pudesse comprar meus blazers sem ter fazer reparos e respirar melhor. Eu nunca quis parecer o boneco Ken, vocês me deram esse apelido“. Ele originalmente queria ter seis costelas removidas e falou com uma série de profissionais para tentar convencê-los, mas os médicos se recusaram a realizar a cirurgia na íntegra.

“É perigoso para os órgãos internos. Minhas costelas eram muito pequenas, essas flutuantes, então não há muito uso para elas. Eu sou o único homem que já fez esse procedimento, sei que algumas mulheres já fizeram, mas não falam sobre isso “.

Os espectadores ficaram chocados quando a celebridade brasilera e mundialmente conhecido mostrou suas costelas em uma jarra. Os apresentadores sugeriram que seria melhor ele gastar mais dinheiro com terapia do que com altercações estéticas, mas Rodrigo voltou a revelar que fez ambos.

“Bem, eu tenho 34 anos, foi uma jornada muito longa para mim. Eu adoro o jeito que eu me vejo no espelho. Eu amo me destacar. Sim, há alegria na minha alma. A cirurgia plástica mudou minha vida da água ao vinho “.

Apesar de ter as costelas removidas de seu corpo, ele não conseguiu se separar completamente dos ossos. Em entrevista ao Mail Online, ele admitiu guardar os ossos para usar no futuro: “Eu vou preservá-los e mantê-los armazenados, então, se um dia eu precisar de uma cartilagem, já vou ter o meu próprio banco”.

 

Assista à entrevista completa: