Confira 10 LGBTs que se destacaram em 2017 no Brasil

Este ano foi decisivamente importante para a população LGBT e podemos dizer seguramente que foi o ano das pessoas trans que se fizeram presentes na música, no cinema, nas novelas e debates políticos. O Hornet listou, sem ordem de importância, 10 LGBTs que fizeram a cena nacional mais colorida e diversa em todas as áreas e que certamente serão inspiração para que outros LGBTs conquistem mais espaço em 2018. Confira:

 

Laerte Coutinho – cartunista

Nem precisava de um documentário para mostrar a sensibilidade que Laerte expressa no trabalho e na vida, mas para mostrar ao mundo uma mulher trans que sente medos, tem dúvidas, e que vive para além da estética feminina. Laerte deu um recado aos transfóbicos, que ela existe está há muito tempo e influencio a vida de todos.

Carol Duarte – atriz

Atriz assumidamente lésbica, interpretou a personagem mais polêmica das novelas nos últimos anos, o homem trans “Ivan” de “A força do querer”. Eleita atriz revelação do ano, revelou que pretende se casar com sua namorada em 2018 e ter filhos. Lembrando que essa foi apenas a primeira novela da jovem atriz que já está escalada para mais uma novela em 2019.

 

Iran Giusti – Fundador da Casa 1

No início deste ano nasceu um dos projetos de assistência social de maior relevância do país, a Casa 1. Iran planejou e desenvolveu uma campanha de financiamento coletivo chamando a atenção de grandes empresas. A Casa 1 abriga LGBTs em situação de risco, eventos de arte, política, capacitação e outros.

 

Paulo Gustavo – humorista

Após a polêmica de seu casamento com dermatologista Thales Bretas – de não o beijar o noivo na cerimônia – o humorista que até então não levantava a bandeira, fez um 2017 muito colorido. Em seu programa “Vai que Cola” improvisou texto se chamando de “viado” e fez uma série de vídeos em suas redes sociais criticando a cura gay em que toma uma pílula para tentar se curar.

 

Pabllo Vittar – cantora

A drag nordestina que resolveu cantar e divulgar suas canções pelo Youtube conquistou uma legião de fãs que a transformaram na mais vista do mundo, ultrapassando até a rainha RuPaul. Pabllo conquistou o prêmio de música do ano com “K.O.” e fez o feat mais visto das redes no Rock in Rio com ninguém menos que Fergie além de estampar seu rosto em grandes marcas.

 

Fernanda Gentil – Jornalista

Raríssimos jornalistas conseguem o feito de estar em uma grande rede de TV e assumir sua homossexualidade. Fernanda Gentil fez de seu Twitter um palco de protesto e de militância ao postar fotos com sua namorada, falando de seus planos de casamento e encorajando as pessoas assumirem seu amor por pessoas do mesmo sexo.

 

André Fischer – empresário

Empreendedor, jornalista e executivo, André Fischer chegou ao 25º ano do festival Mix Brasil, o mais importante festival de cultura da diversidade da América Latina. Em 2017 ele encabeçou o Hornet como o aplicativo de encontros mais importante do Brasil promovendo eventos como o “Tardes de Descobertas”, “Taça Hornet de Futebol” e “DNA”, happy hour que reúne empreendedores e executivos LGBT.

 

Liniker – cantora

Talento daqueles que surgem um por década, Liniker transpira desejo, protesto, arte e amor em suas canções e embora não seja um estouro de vendas ou de rádios já é considerada uma das vozes mais relevantes da nova MPB e protagonizou o beijo mais comentado dos palcos do Rock in Rio deste ano.

 

Edgar de Souza – político

O prefeito de Lins, município de São Paulo, é o primeiro assumidamente gay do país a se casar durante o mandato. Em um relacionamento há 13 anos com o empresário Alexsandro Trindade, realizou cerimônia com toda a pompa e circunstância e direito a mudança de nome de solteiro para nome de casado conquistando apoio de toda a cidade em que foi eleito.

 

Rico Vasconcelos – médico

Desde o começo das pesquisas com a PrEP no Brasil, o médico infectologista Rico Vasconcelos não poupou esforços para esclarecer a população LGBT sobre as novas tecnologias de prevenção ao HIV através de palestras, entrevistas e artigos, incluindo uma série com usuários da PrEP para o Hornet Brasil.