Juiz libera tratamento contra homossexualidade em clínicas de psicologia

This post is also available in: Inglês

No último dia 18, uma liminar de juiz do Distrito Federal determinou que terapias de “reversão sexual” não podem ser proibidas pelo Conselho Federal de Psicologia.

Trata-se de uma brecha que possibilita psicólogos tratarem a homossexualidade como doença com base em que “a proibição de atendimentos orientados para uma cura gay atenta contra a liberdade profissional”.

Imediatamente, o Conselho Federal de Psicologia divulgou nota repudiando a decisão e informando que vai recorrer em instâncias superiores, visto que para os psicólogos, as terapias de reversão sexual, que basicamente consiste em fazer um gay se tornar hétero, “representam uma violação dos direitos humanos e não tem qualquer embasamento científico”.

Lembramos que homossexualidade não é considerada doença pela OMS – Organização Mundial de Saúde – desde 1999, mas o CFP explica que uma ação popular estava questionando essa resolução (01/99) em que se acorda que psicólogos “não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados”.

Dados do CFP informam que o Brasil tem cerca de 300.000 psicólogos e até hoje apenas três profissionais foram julgados pela prática de “reversão sexual”. Nenhum foi cassado.

Leia aqui o trecho da decisão do juiz:

No twitter, as opiniões são bem confusas.

Mas logo virou a piada mais comentada das redes:

 

A presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Travestis e Transexuais (ABGLT), Symmy Larrat, se pronunciou em repúdio à decisão:

“Para nós, LGBT, esta decisão nos coloca de volta num cenário onde homossexuais eram tratados como doentes e torturados. Sabemos que há práticas de tortura psicológica e até exorcismos sendo cometidos contra jovens homossexuais e esta decisão reforça este tipo de situação. Infelizmente a homofobia está internalizada no Judiciário também, mas acreditamos que o Superior Tribunal Federal não permitirá que isso ocorra”, afirmou Larrat.

Vamos lembrar um vídeo do Dr. Dráuzio Varella sobre homossexualidade entre todas as espécies:

Mais retrocesso: Justiça autoriza psicólogos a tratar homossexualidade como doença. Confira o que Dr. Drauzio Varella tem a dizer sobre o assunto.Conheça nosso blog: http://www.contraponto.blog.br/

Posted by Contra Ponto on Monday, September 18, 2017

 

Se você também acha um absurdo essa decisão judicial – e claro que deve achar –  a rede social Hornet lançou uma petição requerendo a revogação da decisão imediatamente. Assine agora.

Aqui está o link