Um Novo Estudo Revela que Homens Inseguros Usam Piadas Sexistas e Homofóbicas para Parecerem Mais Másculos

This post is also available in: Inglês Espanhol Francês Tailandês

Um estudo recente publicado no jornal Sex Roles concluiu que homens fazem piadas sexistas e homofóbicas quando sentem sua masculinidade sendo ameaçada.

O estudo foi conduzido por Emma O’Connor, uma pesquisadora da Western Carolina University. Ela começou o estudo como uma maneira de entender como o humor opera em contextos sociais, principalmente quando alguém faz piadas desprezando outros como uma maneira de melhorar sua própria posição social.

Para o experimento, O’Connor e seus pesquisadores entrevistaram 387 homens heterossexuais sobre suas atitudes sociais, personalidades e níveis de antagonismo em relação à mulheres e homens gays. Eles também perguntaram aos homens sobre seus tipos preferidos de humor e até que ponto eles acreditavam que o humor deles moldava a visão que os outros têm deles.

Os pesquisadores concluíram que os homens que definiam sua masculinidade através de normas sociais tradicionais rigidamente definidas estavam mais propensos a fazer piadas sexistas e anti-gay quando eles sentiam que sua masculinidade estava ameaçada.

“Eles acreditam que reitera uma visão correta, mais masculina deles,” afirmou O’Connor. “Parece que ao mostrar que acham o humor sexista e anti-gay engraçado, esses homens conseguem se distanciar dos traços que eles querem renegar.”

RELACIONADO | ‘O Que os Héteros Dizem vs. O Que os Gays Ouvem’

As mulheres que sofrem assédio sexual no ambiente de trabalho frequentemente relatam ouvir piadas sexistas e provocações, afirma O’Connor, algo que provavelmente acontece mais em “ambientes de trabalho onde mulheres ocupam posições de autoridade que podem inerentemente desencadear ameaças à masculinidade.”

O’Connor espera que seu estudo possa ajudar os superiores nos locais de trabalho a entenderem de onde vem essas “piadas” e fazer o melhor que puderem para ajudar a reduzir essa sensação de ameaça à masculinidade no escritório, e assim reduzir incidentes de assédio sexual.

Uma coisa positiva sobre o resultado do estudo: O’Connor descobriu que os homens não fazem piadas neutras ou anti-muçulmanas quando se sentem ameaçados, talvez porque aparentemente hajam poucas vantagens sociais de se fazer essas piadas quando sentem sua masculinidade sendo atacada.

(Imagem em destaque por Spiderstock via iStock)