Bojana Stamenov - Beauty Never Lies (Serbia) - Eurovision Song Contest

Eurovision 2015 – As 5 Músicas Que Melhor Exemplificam O Tema ‘Construindo Pontes’

No último artigo da nossa Eurovision Extravaganza, nós exploramos vídoes que dizem “Foda-se” à paz mundial e falam sobre qualquer coisa que que elas quiserem. Nesse post, nós vamos explorar o oposto: músicas que de fato acolhem o tema “Construindo Pontes” e paz mundial campeã. Porém, Deus que os abençoem, porque algumas dessas músicas são meio depressivas, então prepare o lencinho!

“Wars For Nothing” – Boggie da Hungria

A primeira música que temos é a Boggie que vai representar a Hungria com “Wars for Nothing (Guerras por Nada)”. O título deixa a mensagem da música bem clara, mas a letra é bem tocante: “Você pode justificar todos os olhos que nunca vão ver a luz do dia? Me dê um bom motivo para machucar uma alma desamparada, partir um coração, matar uma mente.”

Tá me batendo uma culpa e eu nunca nem participei de uma guerra (nunca ativamente pelo menos) e essencialmente essa é a mensagem da música. Além disso, o vídeo é bem simples com ela cantando em uma praça. Nossa, que forte. Agora eu me sinto mal por apoiar qualquer guerra, incluindo Guerra nas Estrelas.

“De la capat/All Over Again” – Voltaj da Romênia

Inicialmente eu tinha esquecido porque eu tinha escolhido a música da Romênia interpretada por Voltaj, chamada “De la capat/All Over Again.” Eu estava pronto para fazer com que tudo fosse sobre as belas paisagens da Romênia e como eu pensei que a criança no vídeo estava escrevendo para o Papai Noel (e selando a carta todo rebelde com dedo do meio tipo “vai se foder, Papai Noel”!)

Mas depois de uns dois minutos, a música muda para o Inglês e nós somos informados que mais de três milhões de romenos trabalham em outros países para sustentar suas famílias. Tipo, como assim? Você consegue imaginar qualquer pessoa do Teen Mom na MTV fazendo isso pelos seus filhos? Claro que não.

Eu quero agradecer esse homem careca lindo e a sua banda por chamar a atenção para essa questão! Eu particularmente me conectei com a letra, “A vida não é um ensaio. Não olhe para trás — você pode perder seus sonhos,” porque eu acho que todo mundo, não importa seu país, sente a pressão para trabalhar muito, fazer dinheiro, e ajudar as pessoas que amamos, e nós sempre podemos perder de visão o que é importante para nós e o que realmente estamos tentando alcançar! Ugh. Capitalismo… seu sem-coração.

“Beauty Never Lies” – Bojana Stamenov da Sérvia

Quando eu comecei a ouvir as músicas do Eurovision, imediatamente a Sérvia e “Beauty Never Lies” da Bojana Stamenov me chamou a atenção. É tipo uma versão do leste europeu de “Born This Way” da Lady Gaga com frases como, “A beleza nunca mente, nunca se esconde, nunca se importa. Finalmente eu posso dizer, “sim, eu sou diferente e não tem nada de errado nisso! Aqui estou eu!”

Sim menina! Você tem que dar a todos essas crianças servias que não são populares que amam o Eurovision um hino, e não só as dançarinas bonitas e heterossexuais e os caras gostosos cobertos de lama! Eu também me conectei com o vídeo porque é uma compilação de sérvios dublando a música, a bicha sabe como atrair os gays e estou adorando ela — amei!

Apesar da mensagem fofa de empoderamento (e da música entrar no modo dança na segunda metade), temo que esse tipo de música vai ficar no máximo em décimo quinto lugar. Mas você sabe, talvez Bojana Stamenov vai ser a Jennifer Hudson do Eurovision 2015. Lembra que a J-Hud só chegou até o top 10 do American Idol mas depois ganhou um Oscar por Dreamgirls? Então talvez Stamenov vá ganhar o equivalente na Sérvia ao Oscar ou algo do tipo. Ei, uma garota pode sonhar, certo?

“Chain of Light” – Anita Simoncini and Michele Perinola de San Marino

“Chain of Light” fala sobre achar a luz dentro de todos nós para mudar o amanhã. Primeiro de tudo, Michele é um jovem muito gato (em um jeito não To Catch a Predator) — ele vai continuar a envelherce como um ótimo vinho de San Marino; ah vai. Imagine o gosto e o cheiro dele no seu copo… oh espera, eu tava escrevendo sobre o que mesmo? Ah sim, voltando à música!

É bem animadora com frases como, “Se nós todos acendermos uma vela, nós podíamos construir uma corrente de luz. Se todos nós andássemos juntos, nós vamos sentir o amor por dentro.” Awww, não é fofo? O vídeo também mostra diferentes oportunidades de emprego para as pessoas que moram em San Marino, então se você está procurando por um emprego como dançarino, chocolateiro, jogador de golfe ou violinista, talvez você deva se mudar para lá? Sim, San Marino — é o seu novo paraíso de empregos.

“In the Name of Love” – Monika Kuszynska da Polônia

Ao contrário das The Supremes, Kuszynska não está nos mandando parar “In the Name of Love” (em nome do amor), mas sim para continuar e “construir a ponte de coração para coração em nome do amor.”

O vídeo dela é muito bonito e filmado em algum tipo de sala de estar meio aristocrática polonesa que é super chique. Nela, Kuszynska analisa sua carreira. A princípio, eu pensei, “Bem, isso é meio comodista, mulé.” Mas então o vídeo acaba com ela em uma cadeira de rodas então eu acho que… é aceitável? Acontece que ela ficou paralisada da cintura para baixo quando ela e seus companheiros de banda se envolveram em um acidente de carro em 2006, então o vídeo na verdade é muito lindo e triste — um jeito de dizer para todo mundo, não importa o que eles tenham perdido, para continuar, em nome do amor. Meu deus! Eu preciso de um lencinho.

Comments are closed.