Madureira bombou com a parada LGBT e os Valetes mostram tudo (vídeo)

A grande atração foi a cantora Ludmilla que cantou seus hits no trio que levou mais de 2 mil pessoas pelas ruas de Madureira. A galera que foi à parada do orgulho LGBT de Madureira tem uma coisa em comum: a identificação com o subúrbio.

“A gente tá aqui porque a gente vive aqui, esse é nosso subúrbio e é aqui que a gente é feliz! Aqui é mais bafo, as gays são mais vrá, é asa de borboleta, é pavão, é faisão. As pessoas são mais calorosas e mais carinhosas”, disseram os LGBT entrevistados pelos meninos em comparação à parada de Copacabana.

O canto principal LGBT é a “ruazinha” por onde a festa subiu e terminou com shows. Os meninos dos Valetes que não são reis nem rainhas, falaram com todo mundo e dera o recado. A galera criticou o preconceito dentro da própria comunidade e a discriminação contra os afeminados, negros e deixaram seu recado: nada de discriminação, galera!

No final um depoimento falou como a gente tem que ver mesmo todas as manifestações pela causa não importando se é no centro ou nas periferias:

“Não importa se é em Madureira ou Copacabana, as pessoas têm que ir apoiar e encontrarem o respeito por todos porque somos todos iguais”

Não esqueçam de curtir o canal e dar um like nos vídeos.

Confiram o vídeo: