Homens que às vezes transam com homens não querem ser chamados de bissexuais

This post is also available in: Inglês Espanhol Francês

De acordo com um novo relatório, homens que às vezes dormem com outros homens optam por não se rotularem como bissexuais porque isso é “muito gay”. O que eles estão escolhendo em vez disso: ser chamados de “mais héteros”.

Ritch C. Savin-Williams, professor de psicologia do desenvolvimento na Universidade Cornell, está lançando um livro intitulado “Mostly Straight: Fluidez sexual entre homossexuais” que explora essa tendência.

Em um artigo para a revista Time, Savin-Williams explica, “Para os não iniciados, o termo “mais hétero” pode parecer paradoxal. Como um homem pode ser principalmente heterossexual?”

“No entanto, a evidência sugere que mais homens jovens se identifiquem ou se descrevam como ‘mais héteros’ do que se identificam como bissexuais ou homossexuais”.

LEIA TAMBÉM | Men Who Love Men But Who Don’t Want to Be Called ‘Gay’ Are Now Opting for This Odd Label

Savin-Williams cita uma pesquisa do governo realizada entre 2011 e 2013, que descobriu que 6% dos homens de 18 a 24 anos se descrevem como atraídos por “principalmente o sexo oposto”.

Nessa pesquisa, os homens foram convidados a escolher um dos três rótulos – heterossexuais, bissexuais ou homossexuais – e 75% disseram que eram heterossexuais, porque o bissexual parecia “muito gay”.

Para o seu livro, Savin-Williams falou com um grupo de homens “mais héteros” para obter uma melhor compreensão deles:

O homem mais heterossexual pertence a uma tendência crescente de homens jovens que são seguros em sua heterossexualidade, mas continuam conscientes de seu potencial para experimentar muito mais…

Talvez ele tenha transado ou quer transar com um amigo. Ele participou de masturbação de grupo masculino ou está disposto a receber sexo oral de um cara atraente que ele acabou de conhecer. Mas é improvável que ele tenha tido relações sexuais com um cara, embora ele posse estar disposto quando o cara certo ou circunstância aparecer.

Savin-Williams revela que a atração do mesmo sexo está em cerca de 5% a 10% dos sentimentos sexuais e românticos “mais héteros” do homem. Os restantes 90% a 95% são dedicados ao sexo oposto.

LEIA TAMBÉM | How Straight Men Can Have ‘Bud-Sex’ Together and Not Be Gay

Esta não é a primeira vez que aprendemos que as pessoas estão cooptando novas frases para não serem rotuladas como gays ou bissexuais. Um site explica que o temo “G0Ys” — é um termo para homens gays e bi que não gostam de se chamar gay ou bi porque uma “minoria vil, sem vergonha” deu ao nome ‘gay’ “uma conotação ruim”

Outro artigo explicou o termo “andrófilo” criado por Nichola Chinardet, pensa que “o” homossexual “é um pouco clínico, e muitas pessoas o usam negativamente”, enquanto “gay” tem um certo estilo de vida.

Também relatamos a ocorrência de homens “heteroflexíveis” envolvidos em “bud-sex”, um tipo de encontro que reafirma a heterossexualidade dos participantes enquadrando sua atividade sexual do mesmo sexo como “ajudar um amigo”, “aliviar”.

Basicamente, parece que os homens que gostam de fazer sexo com outros homens vão fazer qualquer coisa para não serem vistos como gays, não é?!

O que você acha? Conta pra gente.