O Youtuber Gay Calum McSwiggan Se Declarou Culpado Pelo Crime de Vandalismo Após Suposta Falsa Comunicação de Ataque Homofóbico

This post is also available in: Inglês

Hoje, o youtuber gay britânico Calum McSwiggan se declarou culpado pelo crime de vandalismo e foi sentenciado a três anos de liberdade condicional, 52 sessões de controle de raiva, e U$ 7.000 de indenização por danos materiais por ter vandalizado um carro após ter supostamente sofrido com um ataque homofóbico em 29 de junho de 2016 em West Hollywood.

A promotoria de justiça do condado de Los Angeles tinha originalmente acusado Calum McSwiggan de comunicar crime falso depois de descobrir que alguns de seus “machucados” na verdade foram autoinfligidos com o receptor de um telefone público enquanto esteve preso. McSwiggan alega que ele se machucou para receber cuidados hospitalares. A promotoria retirou as acusações de comunicação falsa de crime para dar prosseguimento às acusações de crime de vandalismo.

McSwiggan alega que danificou o carro de um de seus agressores como um ato de vingança; a polícia argumenta que McSwiggan não tinha machucados visíveis causados pelo suposto ataque homofóbico e que ele não processou nenhum de seus supostos agressores.