Líder de chacina gay na Chechênia diz que vai se aposentar

This post is also available in: Inglês Espanhol Francês Tailandês Chinês

O líder checheno Ramzan Kadyrov disse em entrevista esta semana que estava pronto para se aposentar, sendo que o Kremlin escolheria seu sucessor.

Kadyrov é conhecido especialmente por sua violenta homofobia e pela caça aos gays que ocorreu na Chechênia este ano.

LEIA TAMBÉM | Chechnya Can No Longer Deny Its Anti-Gay Purge Now That This Witness Has Stepped Forward

Kadryov esteve em um canal de TV russo, o Rossiya 1 quando o repórter perguntou se ele estava preparado para demitir-se:

É possível dizer que é meu sonho. Uma vez que havia uma necessidade de pessoas como eu lutar, colocar as coisas em ordem. Agora temos ordem e prosperidade… e chegou o momento de mudanças na República da Chechênia.

LEIA TAMBÉM | This Trans Chechen Woman Has a Harrowing Tale of Escape and Asylum in America

O repórter também perguntou quem ele gostaria de ver como seu sucessor, mas Kadyrov se esquivou da pergunta:

Esta é a prerrogativa de liderança do Estado. Existem várias pessoas que são 100 por cento capazes de desempenhar essas funções ao mais alto nível.

Kadyrov governou a Chechênia desde 2007. No ano passado, o presidente russo Vladimir Putin endossou Kadyrov para continuar na posição.

LEIA TAMBÉM | Chechnya’s Anti-Gay Government Is Forcing Men Into Polygamy to Stop Terrorism

O próprio Putin tem uma eleição em março. Putin espera anunciar sua candidatura para o seu quarto mandato. A maioria dos especialistas espera que ele vença de primeira, no entanto alguns dizem que seus oponentes podem explorar suas conexões com Kadyrov durante a campanha.

LEIA TAMBÉM | Why Does Chechnya’s Brutal Anti-Gay Dictator, Ramzan Kadyrov, Seem So Buff and Cuddly on Instagram?

De acordo com o governo de Kadyrov, vários indivíduos LGBTQ foram assassinados. Em julho passado, um relatório surgiu com os nomes de 28 homens, vários dos quais eram adolescentes, que se acredita terem sido mortos. No mês passado, foi relatado que o cantor pop russo gay Zelimkhan Bakaev foi assassinado.

Embora possa ser uma coisa boa que Kadyrov se demita, dado o clima homofóbico da Rússia, é improvável que um sucessor potencial faça muito para melhorar as relações com a comunidade LGBT.

LEIA TAMBÉM | 5 Pics of Chechnya’s Homophobic President Being Really Affectionate with Men

Até agora, mais de 70 homens LGBT foram evacuados da Chechênia. O Hornet ajudou esses esforços, transmitiu mensagens aos homens na área e arrecadou fundos para a rede LGBT russa.

Também elaboramos uma ficha informativa “Conheça seus direitos” em russo e checheno, que foi distribuída aos homens na região. Ela forneceu dicas de viagem úteis ao atravessar fronteiras internacionais, estatísticas (e um mapa) de homossexualidade criminalizada em todo o mundo e como alguém pode denunciar violações de direitos humanos contra eles mesmos.

Abeixo está a ficha informativa do Hornet. Clique aqui para a versão em inglês.

hornet chechnya know your rights fact sheet Ramzan Kadyrov resign